quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Medronheiro


9 comentários:

  1. Una explosión de color. De vida!
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  2. Lindo. Aqui ao pé de mim, em Oeiras há muitos e são enormes. Estão atrasados e só agora estaõ em flor. É um fruto que aprecio ver, mas não comer e muito menos beber.

    ResponderEliminar
  3. bonita foto.

    tenho um no meu jardim..mas ainda não deu flor nem fruto.

    beij

    ResponderEliminar
  4. O fruto quando maduro é muito bonito, e a bebida quando bem feita é muito boa, pena é que os nossos governantes não permitam que ela seja feita pelos antigos artesãos que são aqueles que conhecem todos os seus segredos, mas que infelizmente pela sua avaçada idade e falta de condiçôes já não a podem produsir.

    ResponderEliminar
  5. Belíssimos detalhes que aqui nos apresentas, gostei.

    Parabéns.

    PS- É claro que me podes linkar, fico-te muito grato pelo gesto.

    ResponderEliminar
  6. Moi:
    redondamente enganada, como o medronho!
    Descobri que aqui no bairro há 2 medronheiros, grandes como árvores.
    De Monchique, só mesmo a arte da destila...
    (e as bebedeiras "vaporizadas" na arte de "caldeirar"!)

    ResponderEliminar
  7. E a destilação do medronho; nos poucos sítios onde ainda se faz; a produção de aguardente de medronho é também uma actividade muito social, que dá direito
    a convites a visitas de amigos e potenciais clientes ao local da “estila”, para as provas, acompanhadas de petiscos e cantorias.

    ResponderEliminar